RealNetworks anuncia funcionalidade na plataforma SAFR™️ para identificação de pessoas com roupas de proteção contra pandemia

Aferido pelo NIST com 99,87% de precisão no reconhecimento de rostos, o SAFR™️ incorpora tecnologia criada pela Universidade de Michigan (EUA) para facilitar identificação de profissionais da saúde

Maio de 2020 – A RealNetworks, Inc. (NASDAQ: RNWK) — companhia global pioneira em soluções de vídeo, com sede em Seattle (EUA) — anuncia hoje o lançamento, para o mercado brasileiro, de uma autenticação de alto desempenho na plataforma SAFR™️ que permitirá a identificação de pessoas com roupas de proteção contra a pandemia.

Com tecnologia de alta precisão (99,87% de acurácia) e desempenho de reconhecimento <50 milissegundos segundo o NIST, o SAFR™️ é capaz de realizar o reconhecimento facial mesmo com o uso de óculos de sol, chapéus, máscaras e uso de maquiagem, por exemplo. Adicionalmente, a plataforma dispõe da habilitação para autenticação individual por meio de um marcador de Realidade Aumentada (AR), o AprilTag (badge), desenvolvido pelo projeto Sistema Visual Fiducial AprilTags da Universidade de Michigan (EUA). A RealNetworks informa que não serão cobradas taxas adicionais de licença para uso dessa nova funcionalidade.

Para uso por parte de hospitais e centros de saúde, com médicos, enfermeiros e outras categorias de profissionais da saúde, basta anexar a tecnologia AprilTag na superfície da roupa de proteção ou em uma parte da máscara. A tag é vinculada antecipadamente a informações do profissional na plataforma e, desta maneira, smartphones, tablets e câmeras IP podem ser utilizados para realizar a autenticação sem a necessidade de remover a máscara, os óculos ou as roupas de proteção.

Segundo José Larrucea, SVP da RealNetworks para América Latina e EMEA, com este recurso na plataforma SAFR™️, os profissionais de saúde podem ser autenticados com segurança em diversos casos, como: abertura automática de portas sem contato; envio de mensagem quando uma pessoa for autenticada; gerenciamento de horários e registros; e controle de acesso à áreas controladas com a tag.

Adicionalmente, Carlos Bonilha, CEO da Digifort comentou: “A demanda de soluções de inteligência artificial no mercado brasileiro nesse momento de pandemia tem aumentado consideravelmente entre nossos clientes, e a robusta plataforma de reconhecimento facial  SAFR, em combinação com a tecnologia de AprilTag, está sendo requisitada nos vários países e verticais onde a Digifort atua, trazendo alto valor para nossos clientes e parceiros”.

Ainda de acordo com Larrucea, países como o Japão e Hungria já estão utilizando a plataforma SAFR™️ com este tipo de autenticação em casos exemplares como esses citados.

A flexibilidade do SAFR™️ ajuda na entrega da tecnologia de inteligência artificial para analíticos de vídeo e reconhecimento facial para o uso pelas empresas no Brasil e na América Latina em múltiplos entornos; com excelência técnica, infraestruturas enxutas e, principalmente, dentro de limites éticos e de práticas de conformidade vigentes tais como a GDPR por exemplo”, observa Jose Larrucea.

Adicionalmente, o SAFR ™ equipado com a função AprilTag pode ser implantado no local, na nuvem, em dispositivo interno ou embutido em câmera.

Os resultados mostrados pelo NIST não constituem um endosso de nenhum sistema, produto, serviço ou empresa em particular pelo NIST. Para ter acesso aos resultados, acesse: https://www.nist.gov/programs-projects/face-recognition-vendor-test-frvt-ongoing

%d blogueiros gostam disto: